Onde instalar um novo servidor Linux para email?

Frequentemente recebemos contato de clientes interessados em instalar servidores Linux de email para uso próprio, pelas mais diversas razões:

  • o provedor atual não tem backup, seu servidor de email sofreu pane de hardware e gigabytes de mensagens foram para o espaço;
  • novamente, o provedor não tem backup, e um colaborador dispensado deletou anos de histórico de email da empresa;
  • necessidade de copiar todas as mensagens enviados e recebidos, como cópia oculta (CCO), para fins de arquivamento, auditoria e “compliance”.

Muitos pensam em hospedar “in-house” o servidor Linux de email, especialmente aqueles que passaram por um evento trágico (“servidor do meu provedor pifou”). Mas para muitas empresas, uma decisão deste tipo requer um grande planejamento: contratar um link Internet com IP fixo, preparar a energia elétrica com nobreak que dure 3 a 4 horas, reforçar o sistema de ar condicionado quando possível (em muitos prédios comerciais, o ar condicionado é central e fica desligado fora do horário comercial), etc.

Para quem quer evitar preocupações desta natureza, um caminho natural é considerar o “cloud computing”: custos de operação contidos, fácil manejo, desempenho sob medida. Há também a alternativa de contratar um serviço de “hosting” em datacenters tradicionais, mas estes sempre apresentam custos de operação elevados e amarrações contratuais de longa duração.

Qualquer que seja a decisão, há um item que não pode ser relegado ao segundo plano: planejar e operar um sistema eficiente de backup, contendo informações de configuração, as caixas de email, as senhas dos usuários e as próprias mensagens. Esta assinatura de um fórum técnico diz uma verdade incontestável: “Existem dois tipos de usuários de computadores, aqueles que fazem backup, e aqueles que nunca tiveram problemas com HDs”.