Servidor Linux e vários links Internet de banda larga

Cada vez mais aplicações para negócios estão disponíveis como serviços Internet. No jargão de “cloud computing”, é o modelo SaaS – “Software as a Service”, onde o programa aplicativo e seu dado ficam hospedados em servidores “cloud”, e os usuários os acessam através de browser e pagando pelo uso.

Para quem usa aplicativos desta natureza, ter acesso Internet sem interrupção é primordial. Com a popularização de acesso Internet de banda larga a preço acessível, empresas de qualquer tamanho podem contratar 2 ou mais links Internet (exemplo, acesso via cabo de TV e rádio), de provedores diferentes, para ter acesso Internet com redundância, e, como bônus, balancear o tráfego entre eles.

Desde kernel 2.2, servidores Linux sempre ofereceram recursos avançados de de roteamento e controle de tráfego antes restritos a roteadores. Neste “howto” clássico, o roteamento para múltiplos links Internet com balanceamento de tráfego é claramente demonstrado, além de outros mecanismos não-usuais (controle de banda, priorizar tráfego de voz e vídeo, etc.). Mas o manuseio destes recursos sempre exigiram grande domínio sobre TCP/IP, iptables e Linux, e algumas ferramentas tentam simplificar isto (por exemplo, Shorewall tem suporte a múltiplos links Internet, e Zentyal permite usar 2 links Internet facilmente).

Recentemente, roteadores de banda larga de baixo custo incorporaram estes recursos de múltiplos links Internet e balanceamento. Um bom exemplo é TP-Link R480T+, que permite conectar até 4 links Internet de banda larga; D-Link tem um produto para 2 links Internet, DI-LB604; D-Link ainda oferece um produto sofisticado, DSR-1000N, com 2 portas para links Internet de banda larga e uma porta para Internet via modem 3G. Estes equipamentos ajudam a popularizar uma tecnologia antes restrita a grandes empresas, e, conjugados a servidores Linux com função proxy, aumentam a produtividade de médias e pequenas empresas a um custo reduzido.